Facebook Twitter Youtube Instagran
Fotos       |       Vídeos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
noticia
Rádio Mania FM - Ibatiba ES
Seu Site Na Net

 As ruas de Alegre, na região do Caparaó, ficaram alagadas após as fortes chuvas que atingiram a cidade no início da noite desta segunda-feira (20). O total de acumulado da chuva durante o período foi de 128 milímetros. Além das ruas alagadas, ainda faltou energia em parte da cidade após um transformador estourar.

As primeiras informações da Defesa Civil são de que a Avenida Olívio Correia Pedrosa e a Praça da Estação Ferroviária alagaram duas vezes. Não houve relatos de água entrando nas casas e lojas. Após a enxurrada, as ruas continuam sujas de lama e a previsão é de que os serviços de limpeza ocorram ainda nesta terça-feira (21).

Ainda de acordo com a Defesa Civil de Alegre, o campus da Ufes ficou sem energia. A direção da unidade de ensino explicou que as aulas foram suspensas durante a noite e a energia só foi restabelecida por volta de 1h da madrugada. As aulas foram retomadas nesta terça-feira. Por causa do vento forte, uma casa teve cobertura da laje (zinco) arrancada.

MUQUI

Em Muqui, algumas ruas dos bairros também foram alagadas, mas casas não chegaram a ser invadidas pela água. O sargento Rodrigo Taquini, representante da Defesa Civil Regional Sul, explicou que Alegre foi o município do Sul do Estado onde mais choveu nas últimas 24 horas.

“Até 60 mm é normal e deve ficar em alerta. A partir daí já é para se preocupar, e 128 mm é muita água. Durante a noite e madrugada choveu mais. A regional da Defesa Civil ficou monitorando essa situação. Em Alegre recebemos o aviso de risco de deslizamento de massa se continuasse chovendo mais. Talvez deveríamos fazer uma intervenção no local. Em Apiacá, uma moto chegou a ser levada pela chuva”, disse.

GUAÇUÍ

Em Guaçuí, de acordo com a Defesa Civil Municipal, estradas chegaram a ser interditadas. Duas árvores caíram nas rodovias BR 482 e 484 e uma pequena barreira deslizou na rodovia que liga o município a Dores do Rio Preto. O serviço de limpeza nos locais foi realizado durante a noite e o trânsito já está liberado nos locais.

APIACÁ

Na estrada que liga Apiacá a Bom Jesus, árvores caíram e ficaram na beira da estrada, mas o trânsito não foi prejudicado. Apesar das ruas ficarem alagadas, casas e comércios não chegaram a ser invadidas pela água.

ESTADO

De acordo com boletim do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Estadual, divulgado na noite desta segunda-feira, as chuvas mais fortes se concentraram em sete municípios do Sul do Estado. Confira os dados pluviométricos das últimas 24 horas:

- Alegre (128,60mm);

- Guaçuí (78,98mm);

- Bom Jesus do Norte (63,60mm);

- Castelo (50,38mm);

- Jerônimo Monteiro (41,18mm);

- Anchieta (39,94mm);

- Cachoeiro de Itapemirim (39,43mm);

- Cariacica (39,29mm);

- Santa Maria de Jetibá (36,57mm);

- Guarapari (29,00mm);

- Mantenópolis (28,57mm);

- Viana (27,79mm).

Os demais municípios tiveram seus acumulados abaixo de 25mm.

 

Comentários