Facebook Twitter Youtube Instagran
Fotos       |       Vídeos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
noticia
Rádio Mania FM - Ibatiba ES
Seu Site Na Net

 Trabalhadores que têm saldo a sacar de contas inativas do FGTS têm até a próxima segunda-feira, dia 31, para resgatar o dinheiro das contas. Pelo último balanço da Caixa, do dia 10 de março, quando começaram os saques, até o dia 19 de julho, foram retirados R$ 42,8 bilhões por 25,3 milhões de trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até o fim de 2015. Depois do dia 31 de julho, voltam a valer as regras gerais de saque do FGTS: demissão sem justa causa, aposentadoria, doenças graves, para compra de casa própria e ficar três anos sem carteira assinada. O governo já avisou que o prazo para saque não será prorrogado.

Segundo a Caixa, 98,33% do total disponível para saque já foram resgatados das contas, o que envolve 83,73% dos trabalhadores aptos a receber o dinheiro. O valor é superior ao que o governo esperava ser retirado no início do programa. A expectativa era que 70% dos recursos fossem resgatados.

Para quem tem saldo de até R$ 1.500 pode sacar no autoatendimento somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser realizado com o cartão do cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes da Caixa. Acima de R$ 3 mil, para quem não tem conta na caixa e pediu o crédito automático deve procurar uma agência da Caixa para fazer o saque.

Para conseguir retirar o dinheiro da conta inativa, a Caixa pede documento de identificação, carteira de trabalho ou documento que comprove a extinção do contrato quando o valor a ser sacado for superior a R$ 10 mil. Para quem tem a receber acima de R$ 3 mil, é preciso levar o número do PIS/Pasep e o comprovante do fim do contrato de trabalho.

Os trabalhadores que investiram em fundos FGTS Vale e Petrobras devem procurar o banco onde foi feita a aplicação dos recursos.

Comentários