Facebook Twitter Youtube Instagran
Fotos       |       Vídeos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
noticia
Rádio Mania FM - Ibatiba ES
Seu Site Na Net

 Aretha Franklin morreu nesta quinta-feira aos 76 anos. A assessora da cantora, Gwendolyn Quinn, confirmou a informação à agência Associated Press, juntamente com um comunicado da família. Aretha morreu em sua casa, em Detroit, às 9h50 (8h50 no horário de Brasília)O motivo da morte foi câncer de pâncreas do tipo neuroendócrino. 

“Em um dos momentos mais tristes de nossas vidas, não temos palavras apropriadas para expressar a dor em nossos corações. Perdemos nossa matriarca, a rocha da nossa família. O amor que ela tinha por seus filhos, netos, sobrinhos, sobrinhas e primos não tinha limite”, diz o comunicado da família. 

A cantora foi diagnosticada com a doença em 2010, o que a levou a se afastar dos palcos por um período. Sua última performance pública aconteceu na Filadélfia, em agosto de 2017. 

Apelidada de rainha da soul music, Aretha Franklin é considerada uma das melhores vozes da história da música, referência para outros nomes que surgiriam na indústria, como Whitney Houston, Beyoncé e Adele. Ao longo de sua trajetória, ela soma 18 estatuetas no Grammy, torna-se a primeira mulher a entrar para o cobiçado Rock & Roll Hall of Fame, em 1987, e recebe a Medalha Presidencial da Liberdade – a maior condecoração para um civil americano – das mãos do então presidente George W. Bush, em 2005.

Trajetória de uma diva

Aretha nasce em 1943 em Memphis, no Tennessee, e se muda com a família, aos 4 anos de idade, para Detroit. Filha de um pastor batista e ativista pelos direitos civis dos negros nos EUA, Aretha é influenciada pela música cristã e começa a cantar na igreja ainda na infância. É com o apoio do pai que ela lança seu primeiro disco, um álbum religioso batizado de Songs of Faith, em 1956. 

A carreira fora das paredes do templo acontece rápido. Ela é disputada por gravadoras e assina seu primeiro contrato com a Columbia Records, em 1961, onde trabalha com o produtor John Hammond, um apaixonado por jazz. É no gênero que ele encaixa Aretha em seus primeiros anos de carreira, resultando em canções como Today I Sing the Blues e Won’t Be Long.

Ela muda de gravadora em 1967 e vai para a Atlantic Records, onde começa a lapidar seu estilo no R&B e soul. É na casa que Aretha emplaca seu primeiro hit na Billboard, a canção I Never Loved a Man the Way I Love You.

Comentários