Facebook Twitter Youtube Instagran
Fotos       |       Vídeos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
noticia
Rádio Mania FM - Ibatiba ES
Seu Site Na Net

A renúncia do presidente da Petrobras, Pedro Parente, provocou uma onda de vendas das ações da estatal e levou a B3 a suspender os negócios com os papéis. Na retomada da negociação, a queda está em torno de 20%, comportamento similar ao registrado em Nova York. A pressão sobre os papéis da petroleira também afetou o Ibovespa, principal índice local. Após subir mais de 1,5% na abertura dos negócios, o indicador recua 1,19%, aos 75.837 pontos. Já o dólar comercial passou a ganhar força e agora sobe 0,69% ante o real, cotado a R$ 3,763.

Às 11h20, a Petrobras comunicou à decisão à Comissão de Valores Mobiliário (CVM), o que fez as ações caírem imediatamente. “A Petrobras informa que o senhor Pedro Parente pediu demissão do cargo de presidente da empresa na manhã de hoje. A nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras ao longo do dia de hoje.”

Quando algum acontecimento gera um forte movimento sobre um determinado papel, a B3 estabelece um período de suspensão das negociações para que a volatilidade se reduza e os papéis voltem à negociação normal. A paralisação durou cerca de 1 hora. Na volta desse leilão, os papéis despencaram.

As preferenciais (PNs, sem direito a voto) recuam 19,70%, cotadas a R$ 15,24. Antes do anúncio, subiam mais de 3%. Já no caso das ordinárias (ONs, com direito a voto), a desavalorização é de 20,77%, a R$ 17,58, sendo que antes subiam quase 3%. Não tem circuit braker (paralisação) quando há uma queda forte em um determinado papel.

Comentários